R PENA: Mais de 28 milhões de euros para investir em educação saúde e habitação social

2023-01-13 16:19:02

Orçamento para 2023 do Município de Ribeira de Pena, comtempla 28 milhões e 135 mil euro para investimentos em áreas prioritárias como a Educação, a Saúde, a Habitação Social e Apoios Sociais.


As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2023 do Município de Ribeira de Pena, foram aprovados em Reunião de Câmara e estabelecem as diretrizes políticas do executivo municipal.
Este orçamento, destaca-se, pela sua importância transformadora para o território. Na saúde, o executivo vai continuar a apoiar a fixação de médicos no Centro de Saúde de Ribeira de Pena, bem como a garantir a manutenção e conservação do mesmo e de todos os equipamentos, além de promover programas e palestras de saúde pública.
Na Ação Social, tal como em anos anteriores, o apoio ao Cartão Social+, o apoio aos estudantes universitários com a atribuição de Bolsas de Estudo, o apoio à Natalidade e ainda o apoio ao Arrendamento.
Será ainda iniciada a reabilitação e beneficiação de oito fogos em Cerva e dez fogos em Ribeira de Pena.
A Rede Concelhia de Lares será ampliada com a construção da ERPI de Santo Aleixo/Bragadas.
Na Educação, e tal como explicou a autarquia, “continua o investimento no futuro no nosso Município com a Requalificação e Modernização das Instalações da Escola Básica e Secundária de Ribeira de Pena”.
As empreitadas de Expansão da AAE Zona Industrial da Portela, de Requalificação dos Edifícios dos Paços do Concelho – Loja do Cidadão e de Beneficiação e Pavimentação de Acessos em Bragadas, irão ser executadas, prevendo-se também iniciar as obras de construção do novo Quartel da GNR de Ribeira de Pena.
O Presidente da Câmara Municipal de Ribeira de Pena, João Noronha, referiu que “este documento tem por base o rigor e a transparência e que as pessoas, as instituições e as empresas concelhias continuam a estar no foco da ação deste executivo municipal”.
Segundo o autarca, “os documentos previsionais da autarquia vão responder às necessidades da população, procurando garantir às principais carências do concelho e promover o desenvolvimento socioeconómico, dando prioridade à execução de investimentos cofinanciados por fundos comunitários ou por verbas do Estado”, concluiu.

PSR
Foto: DR

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso