REGIÃO: Reavivar o Caminho de Santiago pela Raia Seca

2021-07-24 18:10:04


No dia 25 de julho, o Santuário de São Caetano de Ervededo e a paróquia de Vilar de Perdizes inaugurarão dois memoriais a Santiago nas imediações das igrejas.

Reavivar a
memória de um caminho secular que já por aqui passou é o grande objetivo desta iniciativa, que pretende também evidenciar o grande potencial do caminho e da região.

Em ano Xacobeo, em que se realiza a grande peregrinação anual a Compostela para venerar o apóstolo Santiago, a Unidade Pastoral da Raia Seca, composta por paróquias dos concelhos de Chaves e Montalegre lança o desafio de voltar a encontrar um dos caminhos que, em tempos, chegou a ser objeto até de bula papal para que os que por aqui peregrinavam até à Galiza pudessem ter condições de conforto e segurança. A documentação e fundamentação histórica que existe permite claramente identificar o percurso que passava por estas terras, mas com o passar dos anos foi sendo esquecido.

Numa iniciativa exclusivamente de âmbito paroquial, o Santuário de São Caetano de Ervededo inaugura, depois da Eucaristia das 16h, um monumento que dá nova vida a uma imagem de ''Santiago a cavalo'', que se estima ter pertencido a uma muito antiga capela dedicada ao apóstolo e que se localizava no centro do Couto de Ervededo e que, para poder facilitar o trânsito nas vias
centrais da aldeia, foi demolida. A par com a imagem de Santiago, este memorial conta também com uma pedra inscrita, que seria proveniente dessa mesma capela, onde os peregrinos do caminho recolheriam em oração, depois de atravessarem a ponte de Santiago, em direção ao centro da aldeia.

Na paróquia de Vilar de Perdizes, onde por Bula do Papa Júlio III nasce, em 1551, o seu Morgadio com um Paço que contava com um hospital e uma botica ''per agazalho dos romeiros de Santiago'',
junto à sua igreja, nasce agora um monumento moderno e vanguardista, com a imagem de um
peregrino aberto ao horizonte, envergando a capa, o chapéu e o cajado com a vieira, que
caracteriza os peregrinos do caminho de Santiago mas também reflete uma das possíveis iconografias deste santo que são veneradas. Nesta paróquia, a inauguração terá lugar às 11h30.

A construção destes monumentos surge como maneira de reavivar a memória de um caminho histórico, percorrido durante centenas de anos, que passa por paisagens únicas e por locais e localidades também elas cheias de histórias e memórias, muitas delas construídas pela passagem dos romeiros por estes locais. Relembrar o caminho e estes locais poderá ser um ponto de partida para novos caminhos e horizontes, para que, nestes locais tão marcados pela interioridade e desertificação, o potencial da passagem de novos romeiros possa alavancar não só novos investimentos, mas também ajudar a renovar a igreja local e a promover esta ''igreja em saída'', respondendo ao apelo do Papa Francisco.

Ambas inaugurações serão presididas pelo Pároco, Pe. António Joaquim Pinto Dias, e contarão com a presença de diversas individualidades locais. No Santuário de São Caetano terá lugar ainda uma pequena conferência, a cargo do Dr. Alípio Afonso sobre o Caminho de Santiago e a sua
importância histórica para a região.


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso