FUTEBOL: O Pedras Salgadas teve o pássaro na mão mas deixou-o fugir

2021-12-04 18:27:55

A equipa do Juventude das Pedras Salgadas, que disputa a Série A do Campeonato de Portugal, perdeu em casa com o Merelinense por três bolas a duas em jogo que só se pode queixar de si próprio e da ineficácia da finalização.
Em jogo a contar para a 11ª jornada o Juventude das Pedras Salgadas, equipa Satélite do Desportivo de Chaves, orientada por Gustavo Souza, voltou ao seu Estádio da Portelinha. A praticar bom futebol a equipa da casa entrou bem no jogo e foi com naturalidade, tendo em conta o que estava a desenvolver em campo, que chegou ao 2-0, mas quando o jogo caminhava para o descanso o Merelinense reduziu para 2-1.
O intervalo foi bom conselheiro para o conjunto de Merelim, que logo no reatar conseguiu chegar à igualdade.
A jogar em casa o Juventude das Pedras Salgadas voltou a chamar a si a iniciativa de jogo e dispôs de grandes oportunidades para marcar, com Nicolas Reis e Igor a desperdiçarem grandes oportunidades para sentenciarem o jogo.
Diz o ditado que «no melhor pano cai a nódoa» e na reta final do jogo o Merelinense com toda a eficácia, numa das raras ocasiões que se aproximou da baliza, de livre, fez o 3-2 final num lance de grande infelicidade de Igor que introduziu a bola na sua baliza.
O futebol vive de eficácia e a formação de Gustavo Souza só se pode queixar da ineficácia dos seus jogadores na hora de finalizar.

 


Subscrever newsletter



Login



Recuperar acesso